Dia Internacional da Terra

“Para além de ser o nosso lar, o nosso planeta é extremamente belo.

Quem nunca se extasiou perante a beleza de um pôr do sol? Gosto muito do pôr do sol. Vamos ver um… Um dia eu vi o pôr do sol, quarenta e três vezes!”

Antoine de Saint-Exupéry, O principezinho.

Carl Sagan

O Dia da Terra foi criado pelo senador norte- americano Gaylord Nelson, no dia 22 de Abril de 1970, cuja finalidade é criar uma consciência comum aos problemas da contaminação, conservação da biodiversidade e outras preocupações ambientais para proteger a Terra.

Surgiu como um movimento universitário, rapidamente se converteu num importante acontecimento educativo e informativo. Os grupos ecologistas utilizam o Dia da Terra para avaliar os problemas do meio ambiente do planeta Terra: a contaminação do ar, água e solos, a destruição de ecossistemas, centenas de milhares de plantas e espécies animais dizimadas, e o esgotamento de recursos não renováveis. Utiliza-se este dia também para insistir em soluções que permitam eliminar os efeitos negativos das atividades humanas. Estas soluções incluem a reciclagem de materiais manufaturados, preservação de recursos naturais como o petróleo e a energia, a proibição de utilizar produtos químicos danosos, o fim da destruição de habitats fundamentais como as florestas tropicais e a proteção de espécies ameaçadas. Por esta razão é o Dia da Terra.

Este dia não era reconhecido pela ONU até 2009, quando a mesma reconheceu a importância da data e instituiu o Dia Internacional da Mãe Terra, celebrado em 22 de abril.

Todos nós temos a responsabilidade de preservar e estimar o único lar que conhecemos, este pálido ponto azul e muito frágil que é o PLANETA TERRA.

“Para além da beleza do pôr do sol, dos glaciares, do céu, do arco-íris, temos uma natureza pródiga na sua diversidade animal, vegetal e mineral, em montes e planícies, em rios e mares, somos uns privilegiados.”