DIA MUNDIAL DA ÁRVORE E DA FLORESTA

A comemoração oficial do Dia da Árvore teve lugar pela primeira vez no estado norte-americano do Nebraska, em 1872. John Stirling Morton conseguiu induzir toda a população a consagrar um dia no ano à plantação ordenada de diversas árvores para resolver o problema da escassez de material lenhoso. A Festa da Árvore rapidamente se expandiu a quase todos os países do mundo, e em Portugal comemorou-se pela primeira vez a 9 de Março de 1913.

Em 1971 e na sequência de uma proposta da Confederação Europeia de Agricultores, que mereceu o melhor acolhimento da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura), foi estabelecido o Dia Florestal Mundial com o objetivo de sensibilizar as populações para a importância da floresta na manutenção da vida na Terra.

Em 21 de Março de 1972 (início da Primavera no Hemisfério Norte), foi comemorado o primeiro DIA MUNDIAL DA FLORESTA em vários países, entre os quais Portugal.

As florestas têm um papel fundamental na regularização do ciclo hidrológico e na proteção dos solos face à erosão, constituem importantes ecossistemas que suportam uma rica biodiversidade, isto para além de proporcionarem a produção de inúmeros bens materiais, os quais vão muito além da produção de madeira, pasta de papel ou cortiça, como aliás a investigação tem posto a claro nos últimos anos, seja no domínio da alimentação, como da saúde ou na descoberta de inúmeras matérias-primas para indústrias diversas.