Visita ao Mosteiro da Batalha e centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota

No âmbito da disciplina de história, os alunos do 8º ano realizaram uma visita ao Mosteiro da Batalha e ao Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota. Na visita ao Mosteiro, os alunos foram recebidos por três elementos do grupo de Teatro O Nariz, numa encenação com o título “Eram só pedras quando tudo começou…”. Os três “Mestres”, Huguet, Martim Vasques e João de Castilho guiaram os alunos numa visita por alguns dos pontos-chave deste excecional conjunto arquitetónico, que resultou do cumprimento de uma promessa feita pelo rei D. João I, em agradecimento pela vitória em Aljubarrota, batalha travada a 14 de agosto de 1385, que lhe assegurou o trono e garantiu a independência de Portugal. Vários foram os espaços percorridos: o Portal de Huguet, que marca a entrada na Igreja do Mosteiro, as Capelas Imperfeitas, a Capela do Fundador, a Sala do Capítulo e os diversos Claustros, onde os “Mestres” descreveram a sua obra, que hoje se assume como um espaço cultural, turístico e de devoção.

A visita prosseguiu no Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota. No interior do Centro, os alunos assistiram a um filme de reconstituição da Batalha e, já no exterior, percorreram o campo onde a mesma se travou, vivenciando neste local histórico os valores da eficácia, determinação e coragem dos exércitos portugueses, comandados por D. João I e Nuno Alvares Pereira.