Visita de Estudo à Assembleia da República

No dia 15 de janeiro, os alunos do 6.º ano visitaram o Palácio de São Bento, em Lisboa, onde está instalado, desde a primeira metade do século XIX, o órgão do poder legislativo nacional: a atual Assembleia da República. As origens do magnificente edifício remontam a finais do século XVI, quanto os monges beneditinos de Tibães decidem instalar-se, também, em Lisboa, contratando para a sua elaboração o arquiteto régio Baltasar Alvares. A partir de 1834, após a extinção das ordens religiosas em Portugal, a estrutura passa a albergar as Cortes Constituintes, mantendo a mesma função até aos dias de hoje, e não obstante as diferentes vicissitudes históricas.

                  Os alunos começaram por visitar o Refeitório dos Monges, onde puderam ver ilustrativos painéis com cenas da vida de São Bento; a Escadaria Nobre, com o seu imponente candeeiro de 1191 kg; a Sala dos Passos Perdidos, decorada com as pinturas a óleo de Columbano Bordalo Pinheiro; a Sala das Sessões, onde atentamente escutaram a lógica de distribuição dos diferentes membros participantes do Parlamento; o colorido Salão Nobre, onde, sentados num bonito tapete de Arraiolos puderam «viajar» pelo Portugal dos Descobrimentos (na visão do Estado Novo); e, por último, a nobre Sala do Senado, onde alguns alunos puderam desempenhar o papel de «mini-deputados», discursando perante uma plateia efusiva.

                  A visita saldou-se por uma agradável e enriquecedora manhã de passeio, em que os alunos puderam contactar com um dos mais notáveis edifícios da História de Portugal.