Covid -19

Mudam-se os tempos, mas não se mudam as nossas vontades. A vontade de nos superarmos, a vontade de crescermos enquanto cidadãos do mundo, do país, da nossa comunidade. A vontade inequívoca de ultrapassarmos, quase incólumes, este tempo que nos assusta por ser, essencialmente, tempo de mudança. A vontade de conquistar novos terrenos e aliando esse conhecimento àquilo que melhor sabemos fazer: cuidar dos nossos alunos, guiá-los e transmitir-lhes o que necessitam para se sentirem completos, confiantes e seguros dos seus caminhos.


Sabemos que é necessária, urgentemente, uma mudança de paradigma que, a analisar o que nos rodeia nacional e internacionalmente, deveria ter sido feita ontem. A escola, na sua essência, tem de se adaptar à sociedade de hoje: mais exigente, mais dinâmica, mais interativa. Para os nossos professores é, também, tempo de reinventar a dinâmica da sala de aula. É preciso promover outras experiências de aprendizagens várias. E aqui a Tecnologia assume-se, de forma definitiva, e para alívio de todos nós, como mais uma ferramenta que, não substituindo o lápis, o caderno, o livro, a presença física do professor, a mão no ombro, claramente nos coloca mais próximos uns dos outros. Para que o conhecimento ganhe sentido, a interação entre todos nós, Colégio, alunos e pais, é fundamental.


Mantemos a esperança que em breve nos veremos. Em breve, todos entraremos pelo portão principal e nos cumprimentaremos, seguros do que o pior já lá vai. E ouvir as nossas crianças e jovens. Ouvir-lhes o riso e até a queixa. Sentir o barulho dos corredores e a azáfama do correr para a sala de aula. Tudo isto, sempre o soubemos, é a nossa vida.


É nesta esperança que queremos continuar a acreditar. É esta esperança que nos move.
Um bem-haja para todos vós.